Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

14 OUTUBRO 2019 00:00 Cultura
  • Compartilhe

Festival Nacional de Teatro de Vitória chega a sua 15ª edição

Evento vai acontecer em duas etapas: de 13 a 21 de outubro e de 9 a 14 de novembro, em vários pontos da capital.

Por: Redação Sou ES

1
O espetáculo "La Cena" será apresentado nesta terça (15), no Teatro da Ufes | Foto: Karin van der Broocke

O Festival Nacional de Teatro Cidade de Vitória (Fenatevi) chega a sua 15ª edição. Dessa vez, o evento será realizado em duas etapas: de 13 e 21 de outubro e de 9 a 14 de novembro, em vários pontos da capital. A programação, que é totalmente gratuita, conta com 26 espetáculos, lançamento de livro, homenagem, mostra estudantil e capacitação para artistas de diversos segmentos.

Nesta segunda-feira (14), às 19h30, o Palácio da Cultura Sônia Cabral receberá o espetáculo “Quando Acordar a Cidade”, no grupo Cena Diversa. A peça conta a história de um grupo de artistas que chegam a uma cidade adormecida. Seus contos, então, entram nos sonhos dos que dormem, despertando-os para a alegria da cultura compartilhada e da canção popular brasileira.

Já na terça (15), é o Teatro da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) que receberá a programação do festival. A partir das 20 horas, o grupo G2 Cia de Dança, do Teatro Guaíra de Curitiba, apresentará o espetáculo “La Cena”. Trata-se de uma apresentação de dança-teatro, com texto e direção de Cleide Piasecki, inspirada em contos e personagens e de E. T. A. Hoffmann, Neil Gaiman e nos Ballets Russes de Serguei Diaguilev. A classificação etária é 12 anos.

2

No dia 21 de outubro, encerrando a primeira etapa do evento, uma série de peças serão apresentadas pela cidade. Entre elas está o espetáculo “Édipo Sem Complexo”, da Cia Teatro Urgente, que acontecerá no Teatro do Sesi, às 20 horas.

A peça conta uma paródia que atualiza o mito de Édipo, misturando dança e tragicomédia. Jocasta e Laio, reis de Tebas, ao saberem da terrível profecia do oráculo, revelada por um vidente famoso durante chá de bebê de Édipo, decidem mandar o filho, quando completar quinze anos, para um programa de intercâmbio nos Estados Unidos. Após sessão de análise com Dr. Freud, Édipo faz uma regressão e, enfim, acorda para seu destino, volta para Tebas onde a tragédia será consumada.

Para a atriz Beth Caser, idealizadora e coordenadora do festival, não é fácil realizar um evento deste porte, já que acreditar na criação artística em nosso Brasil é uma espécie de sacerdócio. Ela destaca ainda que, justamente por saber que a realidade atual do país é outra, é necessário continuar acreditando e criando. “As impossibilidades não podem nos calar. Mas nas artes, como na vida, não existem certeza alguma. Com ou sem leis de incentivo, o teatro se mantém vivo. E este Festival viverá”, ressalta.

Confira a programação completa acessando aqui a Agenda Sou ES.

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Comentar

* = Preenchimento obrigatório