Login

Fechar

Esqueceu a senha?

Fechar

14 FEVEREIRO 2014 - 17:00 - Cidades
  • Compartilhe

Uma opção diferente de hospedagem em Vitória

Guanaaní Hostel inaugura neste sábado. Confira o bate-papo com os idealizadores

Por: Natália Mecenas

Guanaaní

Fachada do Hostel

Uma casa ganha cor, vida e se destaca no centro da capital capixaba. Não só a tinta amarela na fachada, mas grafites e sonhos antigos preenchem o local que, a partir deste sábado (15), será o Guanaaní Hostel.

Idealizado pelos amigos Caio Perim e Mainá Ferreira, o local é uma casa construída entre 1924 e 1929 e que até outubro do ano passado abrigou a família do Caio, que se mudou para o rapaz realizar o sonho de criar um albergue. Mainá, que havia voltado da Índia, embarcou com o amigo nessa jornada.

O nome foi pensado carinhosa e detalhadamente pelos dois sócios. “Nós queríamos alguma coisa que representasse a conexão que a gente quer ter com a cultura e a história capixaba, mas não podia ser uma coisa batida. Então começamos a procurar e pesquisar. Mas no final das contas escolhemos o Guanaaní, que é como os índios Goytacazes chamavam a ilha de Vitória. Ilha do Mel, ilha de Guanaaní. Muita gente não conhece e a gente achou legal compartilhar”, explica Mainá.

Interior

Interior da casa antes da reforma

“Os índios Goytacazes foram exterminados e alguns poucos que sobreviveram fugiram da ilha, quando os portugueses invadiram em 1551. É um nome que é histórico, é indígena e ao mesmo tempo dá para deixá-lo muito sofisticado. A gente queria um nome significativo. Que tenha significado para a gente e para a história do Espírito Santo e, além do mais, a gente vai ajudar a divulgar a história desses índios”, complementa Caio.

O ambiente do Guanaaní foi pensado para dar continuidade ao clima que a casa já tinha, ou seja, para agregar e acolher. “Sempre foi uma casa que agregou muita gente. Vários amigos estrangeiros vinham para cá e ficavam aqui em casa. As pessoas sabem que eu falo outros idiomas, que tenho vários amigos, assim como a Mainá, então fica fácil de se comunicar. Vai continuar o clima que era, de uma família agregadora”, conta o rapaz.

Além de acolher, o hostel quer interagir com diversas formas de arte, incorporando exposições e eventos. “Nós temos essa coisa de ter interesse em cultura, ter amigo em banda ou expondo e sabemos que tem pouco lugar para fazer isso em Vitória, realmente. A gente quer ter coisas acontecendo aqui no Guanaaní o ano inteiro”, explica a sócia.

Mutirão

Mutirão para finalizar a reforma do local

Outra questão latente desse novo empreendimento é a coletividade. Para finalizar a reforma do local, os amigos foram convocados para um mutirão, que foi um sucesso. “Eu já tenho uma relação muito forte com coletivos, com mutirões de apoio a comunidades tradicionais. Já trabalhei com os índios, com os catraieiros. E geralmente é uma galera que se une porque só com essa força coletiva se consegue fazer alguma coisa, fazer alguma diferença, dar atenção para essas causas. Aí juntou esse monte de gente procurando, querendo ajudar, querendo participar. Porque é um processo muito gostoso também, não só trabalhoso”.

E para mostrar o serviço concluído, vai ter festa! Nome como Shita Yamashita, Cintia Romano, Vão Vão Vão e Santiago Emanuel vão embalar a noite com muita música, enquanto a chef Bárbara Buery será a responsável pelos quitutes. Também haverá exposição de fotografias e trabalhos de artes visuais e plásticas. A festa é para 150 pessoas e acontece de 20 às 2 horas da madrugada, com ingressos a R$ 20,00.

Exposição fixa

Kunza

Trabalhos de Paula Hoffmann

Quem não puder comparecer à inauguração, pode aproveitar outra data para conhecer o hostel e conferir a exposição fixa de pratos decorativos feitos pela chilena Paula Hoffman. “A proposta é muito legal. Sempre tive um plano de juntar com essas pessoas que viajam, que veem coisas diferentes. Como eu não sou daqui, às vezes fica muito difícil de fazer divulgação das minhas coisas, isso acaba sendo uma troca”, disse a artista.

O Guanaaní também terá exposição de Thais Apolinário, Thiago Balbino, entre outros.

Conheça!

O Guanaaní Hostel fica na Rua Coronel Monjardim, nº 49, no Centro de Vitória. Para mais informações, visite a página no Facebook

Comentários

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
 
nelma nelma
17/02/2014 às 13h34 Responder

parabéns! muito bacana o projeto todo, forma e conteúdo :-) muita luz, paz e alegria. sendo de vitória mas não morando aí, fico muito feliz de ver gente jovem com idéias legais trazendo novos ares. quando for a vitória, espero poder visitá los. abraço

Melissa Melissa
15/02/2014 às 23h09 Responder

E qual o dia da festa?